Meu silêncio: Carta Aberta…

silen
Imagem Retirada do site: Cardápio Pedagógico

Escrevo uma carta aberta aos meus inevitáveis amigos, vítimas do meu silêncio…

Conservei-me no meu silêncio.

Eu quero ser egoísta, eu tenho esse direito, necessito me compreender antes de poder te entender.

Me desculpe por não te ouvir chorar, por não te perguntar coisas necessárias, me desculpa por simplesmente sumir sem avisar.

Me desculpe por não ter perguntado, como foi o início, o meio e o fim de toda essa história em que você se meteu e se perdeu em cada linha, espero que você também tenha se encontrado nesse livro chamado vida.

Eu me preocupo, mesmo no meu silêncio eu continuo me preocupando…

Reservei a mim esse direito tão inquietante de querer também me encontrar…

Acho que que fui egoísta demais, peço desculpas.

Admito que meu silencio esmagador deixou a mim mesma machucada.

Em minha defesa te digo que também precisava gritar, precisava colocar para fora tudo que sentia, eu precisava entender o que eu sentia e porque esse sentimento me machucava tanto.

Não, a culpa jamais será sua.

Não sou tão idiota a ponto de dizer que a culpa é sua, é que as vezes ouvir os outros pode te fazer sentir a pessoa mais solitária do mundo.

Ouvir o outro muitas vezes é me encontrar sem palavras, é me fazer no silêncio…

Não que eu não saiba que você gosta de mim, é só que é como se o mundo todo não te ouvisse como eu o ouço.

Era um sentimento ruim,

Uma dor bem grande para uma moça de medidas bem mediana aguentar sozinha. Então eu precisava me livrar dela antes que eu me machucasse tentando resolver seus problemas, quando não consigo resolver nem os meus mesmos.

Não que eu não pudesse, não que eu não tenha tentado, mas eu não consegui…

Em determinados momentos eu criava a ilusão que eu via sua vida da janela do meu quarto, não você não estava ali, tão pouco tão perto, mas era assim que eu comecei a enxergar, era a sua vida e não a minha, eu era uma telespectadora que ansiava por cada capítulo e me desesperava quando não conseguia te fazer enxergar seus erros.

Era realmente uma derrota, passava horas conversando para no fim você fazer a mesma coisa.

Sabe quantas vezes me travesti de sua irmã mais velha? Eu também não sei, não se preocupe é algo muito irracional para se contar.

Eu não me importo de ser sua irmã mais velha, eu sou a irmã mais velha de muita gente, por motivos óbvios.

Psicologicamente eu tenho algo de errado, esse algo de errado me faz querer proteger as pessoas até mesmo delas próprias, isso não é tão legal assim quando esquecemos que a vida não é nossa, que não podemos impedir os erros, nem prever os acertos e tudo que podemos e devemos fazer é ouvir e abraçar.

Eu não me importo, nunca me importei mesmo que por vezes eu me questionasse se eu era apenas isso, uma válvula de escape, um alguém com quem você desabafa. Mesmo que eu fosse apenas isso, eu ainda não seria apenas isso, não para mim, eu ainda seria sua irmã mais velha cheia dos inevitáveis erros e indecifráveis questionamentos internos.

Eu ainda me preocupo se as pessoas te machucam, ou se você realmente acha que não merece o amor, eu ainda penso que estamos um tanto quanto longe para eu poder te abraçar e te dizer no fim de tudo que “tudo ficará bem”, eu ainda me transporto mentalmente e me coloco em seu lugar, eu sei o quão difícil são algumas dores e por isso minha própria dor teima em me dizer que estava errada eu não devia ter me afastado.

Não se deve afastar os problemas,

Não se deve negar os erros,

Não se deve desistir por cair,

Não se deve afastar de quem se ama.

Inevitavelmente eu amo cada sorriso inesperado que você dá e cada vitória no meio do furacão.

Eu ainda vou me questionar se eu sou apenas uma bolha, uma voz, ou um abraço que você procura, vou me questionar isso dezenas de vezes ao mesmo tempo em que me questiono o motivo de estarmos tão longe.

Possivelmente te mandarei a conta do meu analista, afinal eu tenho meus muitos problemas internos, e a frase “procure um psicólogo” que eu vivo te falando faz muito sentido na minha vida ultimamente.

Att.: Juliana Marques.

Anúncios

5 comentários Adicione o seu

  1. Candy Girl disse:

    Muito tocante o seu desabafo. Também já me vi na mesma situação e me afastei na pessoa porque ela procurava em mim o que eu não tinha pra dar. Você pode ser um bom ouvinte, uma pessoa que ajuda na hora da precisão, que aconselha, dá colo. Mas o jogo vira quando a gente também precisa de tudo isso e a outra pessoa simplesmente ignora este fato.Isso sim eu acho um puta egoísmo, a pessoa querer sempre atenção, vomitar os mesmos problemas e nunca se preocupar com o ouvinte. Cara, muito melhor pagar um psicólogo e eu espero que a pessoa de quem me afastei tenha feito isso, pelo bem da humanidade.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Juju Marques disse:

      Gratidão!

      Acho que eu precisava escrever isso e desentalar.
      Acho que quanto mais ouvimos mas perdemos a capacidade de falar e de se fazer ser ouvido.
      Não me arrependo de ouvir, gosto e me preocupo, só que as vezes você sente que o gostar e o preocupar não é algo reciproco, mesmo sendo paranoia, isso infelizmente faz parte do existir.

      Muito melhor pagar um psicologo!!!!

      Bjãooooooooooooooooooooooooooooooooooooo

      Curtido por 1 pessoa

      1. Candy Girl disse:

        Eu acho que a gente fica naquela ” ah aquela pessoa já tem tantos problemas, pra quê falar dos meus” e assim vamos engolindo tudo junto sempre. Eu me sentia esgotada sempre depois que encontrava essa pessoa. Me afastar dela foi a melhor coisa que fiz. Bjoo!

        Curtido por 1 pessoa

  2. Ola, lembrei do seu blog enquanto assistia o filme “A vida segreta de Walter Mitty”.

    Talvez seja uma daquelas coisas aleatorias que nosso cerebro gosta de fazer em momentos oportunos.

    Não foi facil achar, mas lembrei que te seguia no twitter. \p/

    Sobre o desabafo …

    Sei bem como é ou talvez não saiba nada.

    Eu “o senhor racional” diante de meus amigos passo fome, raiva, sede, medo, roupa.

    Sou o amigo do conselho, mas meus conselhos são tão mecanicos e quase se resumem em: Não façam merda, é facil.

    Mas não sou ouvido, sou ignorado miseravelmente.

    E a frase que eu mais adoro e odeio na minha vida é: Jeff voce estava certo.

    Da vontade de chocalhar as pessoas, mas eu estou longe de compreende – las.

    Por isso me afasto tambem, preciso de um tempo para recarregar pois o desgaste é demais.

    No entanto, quem muito se esconde da merda, pouco vive. De extremos a extremos eu percebo que ninguem ta certo. É dificil alcançar o meio a meio.

    Espero que esteja bem com seus amigos.

    Ate novos ventos o/

    Curtir

  3. Juju Marques disse:

    Gratidão pelo seu comentário!!!!

    Fico muito feliz de saber que lembrou do blog, mesmo eu não conhecendo o filme, mas em uma rápida pesquisada gostei da sinopse, vou assistir um dia desses!

    Eu sou a amiga emocional, por mais que muitas vezes minhas decisões quanto a mim sejam racionais, quando se trata de outras pessoas eu sou bem emocional, e nossa isso me coloca em situações complicadas, principalmente pq o outro raramente te escuta.

    Também odeio a frase “vc está certa”, se é dita antes significa que a pessoa desistiu antes de tentar, se for dita depois significa que tudo deu errado. É uma grande merda..

    Aprendemos da forma mais dificil que nossos problemas devem ser mantidos bem próximo a nós, por esse fato estou tentando ministrar minha vida normalmente, sem me envolver, fazendo mantras para que tudo dê certo não só comigo mas com os outros.

    Até novos Ventos, é sempre um prazer ter a honra de seus comentários no meu blog!

    Gratidão

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s